Terça-feira, 18 de Fevereiro de 2014

1- O João tem um negócio prestamista virado para o mercado de futuros. A troco de um investimento de 1200 galinhas, ele garante dividendos, a partir da quarta semana, no valor de 100 galinhas por mês, durante um ano.

2- O Pedro investiu 1200 galinhas e à quarta semana começou a receber 100 galinhas por mês.

3- O João, satisfeito com o Pedro, propõe-lhe que ele arranje mais dois investidores, nos mesmos moldes, ganhando o Pedro mais 5 galinhas por semana por cada investidor novo e recebendo, cada um dos novos investidores, as mesmas 100 galinhas a partir da quarta semana.

4- O Rui e a Maria entram, então, no negócio. E o João, satisfeitíssimo com eles, sugere que cada um deles encontre mais dois investidores para um negócio nos mesmos moldes.

5- Entram então o José, a Joana, a Inês e o Miguel. Cada um deles com 1200 galinhas, num total de 4800 galinhas.

6- A determinada altura, o João tem no seu investimento 1200 galinhas x 7 investidores, ou seja 8400 galinhas.

7- Mas sabe que terá de pagar 48 (semanas) x 7 (investidores) x 100 (galinhas por mês) = 33600 galinhas para que nenhum investidor se sinta defraudado. E isto sem contar com as pequenas comissões aos angariadores de clientes.

8- Percebe então que tem um problema entre mãos: os ovos vendidos não cobrem as despesas e ele não tem galos suficientes para reproduzir galinhas.

9- Com uma ideia luminosa, ele lembra-se de correr para a frente e de atrair mais investidores para, por 1200 galinhas, fazerem parte da pirâmide que ele vai construindo, numa razão exponencial. Nas contas dele, basta que cada novo participante traga dois amigos, e a coisa resolve-se. Ou adia-se.

10- A determinada altura foi impossível encontrar galinhas para pagar aos investidores. Adivinhem quem perdeu as suas galinhas?



publicado por Bruno Miguel Macedo às 10:51 | link do post | comentar

Publius Cornelius Tacitus
To ravage, to slaughter, to usurp under false titles, they call empire; and where they made a desert, they call it peace.
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
23
24

25
26
27
28
29
30


posts recentes

A síndrome socialista

Soltar os cães

Um argumento

Regressando

Um papel

A cartilha

Prometeu

Um ou dois milagres

Uma nomeação

Cresçam

arquivos

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Setembro 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

tags

anáfora

antonomásia

benevolentes

blanchett

bloco

cate

charme

dench

djisselbloem

eufemismo

eurogrupo

guerra

gwyneth

helen

jonathan

judi

littell

metáfora

mirren

paltrow

perífrase

porto

prosopeia

renda

sela

socialismo

twitter

ward

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds