Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2010

A falta de memória será um dos problemas gritantes das novas gerações. Emaranhadas num ensino que não educa e muito menos prepara, a dificuldade em manter viva uma memória histórica será uma triste sina junto dos mais novos. Judt, um pensador de referência recentemente falecido, cujos livros deveriam ser obrigatórios em todas as escolas, universidades e casas, alertou para este perigo. Há um problema de base em quase todo o Ocidente e na nossa concepção social. O problema de pensar que a “história” terminou quando entramos no século XXI ou quando a “derrotamos” no final do século XX, com a queda do Muro e o desmantelamento da URSS. A realidade leva-nos agora a reconhecer que muitos, dos “outros”, estão neste século, a “viver” o século anterior e que a aparente vitória da democracia liberal não levou ao fim das nossas preocupações, nem ao fim das alternativas políticas e sociais. Não fazer nada, poderá assim levar a uma encruzilhada de proporções inimagináveis, uma vez que alegremente vamos impreparados para um futuro que não leva em consideração as agruras do passado, o que nos leva a cometer os erros de palmatória do presente. O que se constitui como um caminho perfeito para um desastre.



publicado por Bruno Miguel Macedo às 10:36 | link do post

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




Publius Cornelius Tacitus
To ravage, to slaughter, to usurp under false titles, they call empire; and where they made a desert, they call it peace.
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Os incêndios que matam pe...

A síndrome socialista

Soltar os cães

Um argumento

Regressando

Um papel

A cartilha

Prometeu

Um ou dois milagres

Uma nomeação

arquivos

Outubro 2017

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2015

Abril 2015

Setembro 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

tags

anáfora

antonomásia

benevolentes

blanchett

bloco

cate

charme

dench

djisselbloem

eufemismo

eurogrupo

guerra

gwyneth

helen

jonathan

judi

littell

metáfora

mirren

paltrow

perífrase

porto

prosopeia

renda

sela

socialismo

twitter

ward

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds